quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

10 de dezembro

Hoje seria seu 58º aniversário. Dia especial por tantos anos, mas que agora vira apenas um dia mais difícil do que os outros. Lembrar é inevitável, sentir sua presença é fato. Mulher responsável por mim, que até o fim fez de tudo para que eu me tornasse quem sou. Mãe foi pouco pra ela, educadora também. Abraçava o mundo como se fosse a solução para todos. E para muitos era. Personalidade marcante, coração gigante, força eterna. É minha mãe, minha super mãe e é assim que ficou. E hoje estou triste.

Um comentário:

MANS / ANDRÉ disse...

uma das minhas faz 2 anos que foi
minha vovó
sinta-se abraçado