quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Inferno astral

Estou no meu. Em teoria. Eu considero o período de 30 dias que antecede o meu aniversário uma época de coisas bacanas, ao menos em potencial. Enquanto muitas pessoas reclamam dos acontecimentos e das sensações que precedem a grande data, comigo é diferente. Vivo um período bom, ótimo na verdade, involuntariamente.

Farei 31 anos. Estou com o coração tranqüilo (aproveitem as tremas, elas estão saindo do mercado) e agitado ao mesmo tempo, o trabalho ampliando e, se tudo der certo (e vai dar!), ano que vem estarei com meu próprio apartamento. As coisas estão acontecendo tudo ao mesmo tempo, porque é assim que a vida funciona. Tudo que é bom vem de uma vez, tudo que é ruim também. Pelo menos é o que eu percebo. Estou na fase boa e pretendo continuar nela. A terapia ajuda, viu? Sou uma pessoa mais ciente do que quero e das coisas que eu posso. Ainda tenho muito, mas muito mesmo, o que melhorar. E isso é viver, né? Esquecendo dos infernos, abraçando o paraíso e vivendo o presente de verdade. Com muitos clichês.

play>> Roxette - Don't Bore Us Get To The Chorus! Roxette's Greatest Hits

Um comentário:

Má disse...

gostei do seu post, e concordo, as coisas não vêm de pouquinho..